Elaborar um bom perfil profissional é fundamental para conseguir qualquer emprego. Cada vez mais a competitividade alcança níveis altíssimos e é necessário apresentar diferenciais em todas as etapas.

É preciso entender que os avaliadores das empresas, profissionais responsáveis pela escolha dos candidatos, recebem dezenas de currículos durante a semana e acabam fazendo avaliações rápidas. Neste contexto, fica cada vez mais evidente a necessidade de captar a atenção através do currículo e de forma rápida. É preciso ser direto e impactante!

Publicidade


Ai você pode pensar: como que tudo isso se relaciona com o perfil profissional?

Pois é, essa dúvida é comum e muito simples de ser respondida. Sem entender o sistema, fica muito difícil acertar no momento de elaborar, entregar e responder ao chamado após a aprovação de um currículo.

Publicidade

Se preferir, veja tudo sobre Currículo Lattes e faça o seu.

Então, antes de você aprender a elaborar um bom perfil profissional, vamos entender qual o cenário atual do mercado de trabalho.

Confira abaixo: 20 modelos de perfil profissional prontos!

Tenho experiência na área e diversos projetos executados e aprovados.

Enxergo os desafios como oportunidades de criar novas soluções e otimizar processos.

Trabalho facilmente em funções de alta pressão e sou pontual com prazos de entrega.

Com facilidade na comunicação, posso assumir funções de liderança e guiar equipes.

O que achou destes exemplos prontos? Curtiu? Confira então mais abaixo o restante dos exemplos caso ainda precise de ideias!

Sou proativo e me adapto fácil a novas demandas e inovações do mercado.

Sou graduado na área de X e além disso me capacitei com cursos específicos nas áreas de: XXXX e ZZZZ

Além da graduação, atuei em diversos cargos da área e trago boa bagagem teórica e prática.

Tenho histórico de sucesso na execução de projetos a longo prazo.

O novo mercado de trabalho

O mercado de trabalho atual é resultado de uma série de transformações ocorridas no último século e na virada para o século atual. Pense nos anos 70: Quem, com uma graduação, ficaria desempregado?

Sim, eram poucos profissionais graduados que ficavam desempregados. E quando isso acontecia, durava períodos menores.

Hoje, ter o diploma da graduação não é mais considerado um diferencial. É um requisito fundamental para concorrer a vagas em grandes, médias e até mesmo pequenas empresas. Isso ocorre por dois motivos: transformação do mercado e do perfil dos candidatos.

É evidente que a tecnologia mudou muito o cenário das empresas brasileiras. A cada dia é preciso de menos profissionais para atividades simples e mais profissionais para o controle das ações automatizadas. Isso é um processo natural.

Além dessa situação, o número de jovens com ensino superior aumentou muito nas últimas décadas, principalmente após a aplicação de muitos programas de incentivo ao ingresso no ensino superior, além de facilidades de crédito e diminuição dos valores das faculdades.

Então, você que está entrando no mercado de trabalho, encontrará muita competitividade e muita exigência por parte dos contratantes. Como superar isso? Se dedicando na elaboração de boas propostas para as empresas (pense no seu currículo como uma proposta) e na qualificação, visando agregar valor ao seu histórico profissional.

Veja aqui mais algumas ideias para seu perfil!

Sempre tive o reconhecimento pelo comprometimento e relacionamento com clientes e equipes.

Busco alto nível de adaptação, acompanhando transformações do mercado.

Enxergo a liderança como um ponto importante para o sucesso e sei como guiar equipes.

Enxergo a empresa como uma segunda casa e tento criar um clima positivo e produtivo.

Tenho histórico positivo de avaliações nas qualificações e busco a excelência em qualquer atividade profissional.

Busco unir meus conhecimentos ao da equipe e criar um ambiente positivo e de alto padrão.

Estou em constante busca por capacitação e além da graduação, fiz cursos nas áreas de: XXX e ZZZ

Meu histórico engloba projetos grandes e com o envolvimento de muitos profissionais.

Sei interpretar as demandas dos clientes e conduzir isso de forma equilibrada com as ideias da empresa.

Trabalho em constante busca por inovações e otimização dos processos.

Em trabalhos anteriores, nas áreas de X, apresentei resultados positivos e ajudei na construção de modelos de sucesso

Além da bagagem teórica da graduação e cursos complementares, sempre busco opções práticas viáveis e lucrativas.

O que é o perfil profissional?

O perfil profissional é a sua apresentação. A descrição das suas características profissionais. Ele deve ser objetivo e despertar a atenção dos recrutadores. Para fazer isso, é importante conseguir elaborar um bom resumo das principais qualificações e experiências profissionais.

E, para fazer isso, ninguém melhor do que você, que é o melhor conhecedor das suas características profissionais. No entanto, é preciso ficar atento. Tente pensar com certo distanciamento e com uma visão próxima a adotada pela empresa. Uma boa dica é fazer uma

lista de todos os atributos que lembrar, filtrando isso posteriormente para um perfil profissional específico.

Estrutura do perfil profissional

O perfil profissional pode ser estruturado de duas formas: texto corrido ou tópicos. A escolha vai depender da preferência de cada candidato, que também deve avaliar a mensagem que a empresa passa.

A maneira de formatar pode mudar conforme sua avaliação da vaga. Em uma startup, por exemplo, que adota um modelo moderno e prático, talvez seja melhor organizar tudo em tópicos e facilitar a leitura do possível contratante.

Já numa empresa antiga e consolidada no mercado, com métodos mais tradicionais, a opção por um texto corrido pode ser a ideal. Essa avaliação é muito importante para que seu currículo esteja adequado com o tipo de vaga que pretende conquistar.

Em ambos os casos é importante começar com o nível de conhecimento. Informe se você tem graduação, pós-graduação ou qualquer outro tipo de curso. Após isso, é importante destacar em quais áreas você sabe atuar (dentro de uma profissão, existem muitas áreas) e quais são suas especialidades. Busque encontrar os pontos em que sempre teve maior destaque.

Além disso, é muito interessante reunir todas as avaliações de antigos chefes e colegas. Faça uma análise de quais elogios recebeu durante sua trajetória e coloque isso dentro das competências. Nessa análise, também elenque pontos positivos e mudanças que você executou nos empregos anteriores.

Outro ponto importante é destacar sua disponibilidade para mudanças, horários e adaptações. Quanto mais versátil você se apresentar, maiores serão suas possibilidades. E lembre-se, tudo isso deve ser escrito e formatado de forma que esteja dentro dos padrões de sua área.

Cada área e cada empresa tem um tom de comunicação. Cabe ao candidato tentar interpretar isso e formatar sua proposta profissional o mais próximo possível dos modelos adotados pelas empresas.

Mostre interesse total

Se você está realmente focado e precisa da vaga, mostre que não vão haver problemas com possíveis adaptações. Como já citado, deixe muito claro que se for necessário, assumirá postos em horários que outros profissionais não querem, que estará disposto a fazer viagens, que tem disponibilidade para participar de capacitações.

A proatividade já começa a ser demonstrada no momento da formulação do currículo e deve ser estendida para etapas como a entrevista e entrada na empresa.

Fuja do clichê

Se você perguntar para um avaliador de currículos quais são os maiores clichês, ele rapidamente lhe fará uma lista (e nem precisará pensar muito para isso).

Pesquisar antes de fazer cada etapa do currículo é muito importante, porém alguns candidatos acabam copiando todas as características genéricas de modelos e apresentam um material “sem identidade” para os avaliadores.

É muito fácil identificar um currículo feito com dedicação e exclusividade para uma vaga. Além de inserir informações suas e fugir do clichê, é bem interessante pensar em cada currículo específico. Seus objetivos profissionais e perfil profissional devem ser moldados conforme as características de cada cargo e empresa.

Em termos gerais, é importante ser verdadeiro e ressaltar todas as características que sejam relevantes para o cargo. Para entender melhor como funciona cada parte do currículo, é importantíssimo pesquisar e analisar modelos, porém isso é apenas uma base. Partindo de um modelo e preenchendo todas as lacunas de forma original, você estará muito mais próximo de avançar etapas e conseguir a vaga.

E ai, o que achou dos nossos exemplos de perfil profissional? Curtiu? Compartilhe esta matéria para que mais pessoas vejam nosso trabalho e avalie abaixo, comente também se você quiser!

Perfil Profissional – 20 Exemplos Prontos para Copiar e Colar
3.7 (73.33%) 3 votos

Pin It on Pinterest

Compartilhe

Compartilhe nossa página com seus amigos :)